Necessária solidão

"É na solidão, onde cada um está entregue a si mesmo, que se mostra o que se tem em si mesmo.Nela, sob a púrpura, o simplório suspira, carregando o fardo irremovível da sua mísera individualidade, enquanto o mais talentoso povoa e vivifica com os seus pensamentos o ambiente mais ermo." Arthur Schopenhauer

terça-feira, outubro 09, 2007

...como diria o Millor, livre pensar é só pensar....









....às vezes as palavras de súbito desaparecem quando estamos diante da enormidade de um acontecimento ou de um sofrimento. Teimosos, ainda que silenciosos, buscamos uma explicação e um sentido. Queiramos ou não, há fatos, lembranças e imagens investidas de um poder que nos desestabiliza intimamente. Momentos há em que pensamos em desistir de buscar o sentido das coisas; quem sabe a vida esteja nos dizendo que às vezes só o que nos resta é serenamente desistir e esperar que ela, com suas próprias leis e por conceber a nossa frágil condição de humanos, revele-nos algum dia as respostas....
Kandinsky, Óleo sobre tela, 1923

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home