Necessária solidão

"É na solidão, onde cada um está entregue a si mesmo, que se mostra o que se tem em si mesmo.Nela, sob a púrpura, o simplório suspira, carregando o fardo irremovível da sua mísera individualidade, enquanto o mais talentoso povoa e vivifica com os seus pensamentos o ambiente mais ermo." Arthur Schopenhauer

segunda-feira, outubro 12, 2009

Ói nóis aqui traveiz.....

Depois de um longo período de, digamos, "recesso bloggeiro", estou aqui outra vez. Não que estivesse num processo de hibernação intelectual. Ao contrário. A efervescência das idéias, das observações, das reflexões, sempre estiveram presentes. Não por diletantismo mas pela necessidade. A vida acadêmica ajuda um pouco, embora, se não tomarmos cuidado alí também a mediocridade pode nos inundar, como as "águas de novembro". Mas, enfim....volto a registrar neste espaço, às vezes intimista é verdade, minhas impressões do mundo que conheço e daquele que busco desvendar. Se isso puder provocar noutrem algum tipo de interrogação, já me darei por satisfeito. Porque precisamos, muito mais do que respostas, é de boas perguntas...

1 Comments:

Blogger FERNANDO WOLF said...

Grande mestre!! Foi uma agradável surpresa este recomeço! Gostei muito das atualizações... Fico pensando o quanto uma guerra, mesmo gerações a frente, ainda se faz uma cicatriz que doe nos invernos da alma. Tocante! Continue postando que seu fã agradece! Abraço!

11:40 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home